Segundo um estudo publicado pela Universidade de Granada, Espanha, vegetais fritos podem trazer mais vantagens para a saúde do que quando são cozidos. Ou seja, batata frita liberada?! Errado! Os vegetais fritos trazem mais benefícios desde que sejam fritos em azeite extra virgem.

Legumes crus como batata, inhame e abóbora possuem compostos chamados de fenóis, que são antioxidantes e fazem bem para o corpo.  Entretanto, durante o processo de cozimento, vários desses antioxidantes se perdiam. Os pesquisadores testaram então diferentes jeitos de preparar esses alimentos: fritar em azeite extra virgem, cozinhar em água, cozinhar em água com óleo e saltear. E a opção com o azeite extra virgem se mostrou como a melhor.

O azeite extra virgem – que, segundo os pesquisadores, não só contém vitaminas C, E e betacarotenos, contém também fenóis, aumentando a quantidade desses fenóis na sua alimentação.  A batata frita em azeite extra virgem tem um potencial muito maior em prevenir doenças degenerativas do que a versão cozida, mesmo possuindo mais calorias.

Mas fique atento! Isso não é desculpa pra comer qualquer batata frita por aí!

Ela deve ser frita em azeite extra virgem! 😉