Especialistas das Universidade Sapienza (Itália) e San Diego School of Medicine (Estados Unidos) passaram os últimos seis meses investigando a extraordinária longevidade dos residentes de Acciaroli, na Itália. De acordo com a contagem feita pelo presidente da câmara da aldeia que conta com 700 moradores, um em cada dez habitantes tem mais de 100 anos.

Acciaroli fica na costa de Cilento, uma zona de grande beleza natural onde o falecido nutricionista norte-americano Ancel Keys primeiro encontrou provas inequívocas dos benefícios para a saúde da dieta mediterrânica, em que se utiliza azeite em vez de outras gorduras e que é rica em fruta fresca, vegetais e peixe.

acciaroli_1

Além de atingirem idades incrivelmente elevadas, as pessoas que vivem Acciaroli e em outras pequenas comunidades próximas também parecem comumente imunes à demência, doenças cardíacas e mais outros problemas crónicos associados ao envelhecimento.

A explicação para a longevidade, de acordo com os estudiosos, pode estar associada aos baixos níveis de adrenomedulina, um hormônio que afeta a circulação sanguínea. A adrenomedulina está presente “em uma quantidade muito reduzida nas pessoas que estiveram no centro do estudo e parece atuar como um poderoso fator de proteção, ajudando a manter em níveis ótimos a microcirculação”, afirmaram em comunicado.

O estudo encontrou também “metabolitos presentes [no organismo das pessoas estudadas] que podem influenciar positivamente a longevidade e o bem-estar dos centenários de Cilento”, lê-se no documento, que não fornece maiores detalhes.

Os especialistas decidiram continuar com os estudos e aprofundar o âmbito da investigação, lançando inclusive uma campanha para ajudar na captação de fundos para a pesquisa.

Antes da divulgação dos resultados que ocorreu hoje, Maisel apontou para outro ingrediente importante da receita para uma vida longa e feliz. “A atividade sexual entre os idosos parece ser intensa”, indicou, acrescentando: “Talvez viver muitos anos tenha algo a ver com isso, e provavelmente o ar saudável e a alegria de viver”.